Portal JC.com - Um Jeito Novo de Informar e Divulgar

Widgets

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.8/5 (32538 votos)





Total de visitas: 1911916

Reflexões

Reflexões

 

foto

 

Veja também nossas outras páginas

                     REFLETIR 2   REFLETIR 3    REFLETIR 4    REFLETIR 5    REFLETIR
 

 

 

SEM VERGONHA DE SER HONESTO

SEM VERGONHA DE SER HONESTO

 

Atualmente, é fato corriqueiro presenciarmos a desonestidade nas esferas social e política. É como se a pessoa sentisse vergonha de ser honrado e honesto.

Cada vez mais vemos a injustiça crescer e dominar o mundo, e a desonestidade tomar proporções incalculáveis, parecem que para ganhar poder, ser bem visto admirado e aplaudido, é necessário usar todas as armas disponíveis, mesmo que seja de maneira desonesta e ilegal. O que realmente importa é ser notado.

É comum vermos pessoas que vivem na desonestidade e para justificar tal atitude, usa o seguinte termo: “Todo mundo faz, porque não posso fazer também”, elas acham que com isto, sua consciência fica livre e isenta de qualquer peso, aliás, nem refletem sobre seus atos. É uma ação lamentável a atitude de pessoas que agem assim, demonstrando um grande equívoco nos valores morais aprendidos e divulgados por elas.

Será que nunca tivemos tempo de parar para pensar que todos nós, possuímos um espírito livre e independente, e que um dia receberemos a recompensa de acordo com nossas obras.

Somente nós, responderemos por nossas ações, a ninguém mais foi dado este privilégio.

Mesmo que na concepção da maioria prevaleça à desonestidade como caminho para ganhar poder, cada um será responsabilizado, individualmente, segundo nossa própria consciência.

Assim, em minha opinião, não devemos nos permitir entrar na onda que perpassa os mais altos padrões da sociedade, e nem nos deixar levar pelos caminhos mais fáceis, que podem ser resumidos em desonestidade e corrupção, não é porque todo mundo faz, que tenho que fazer também. Precisamos fazer a diferença, ou melhor, precisamos ser a diferença!

Para isto é só não permitir ser arrastado pela maré da estupidez e da ignorância de achar que as más ações ficarão eternamente escondidas. Isto é praticamente impossível e um dia elas virão à tona. É uma tarefa muito difícil fugirmos diante da nossa própria consciência, pois ela (consciência) virá acompanhada da certeza que não possuímos testemunha de defesa, a não serem nossas próprias atitudes.

O benefício que recebemos por dinheiro desonesto é um valor muito pequeno perto do único patrimônio que realmente vale a pena possuir e que nos pertence de fato, que é a honradez, mesmo que alguns achem que o dinheiro é mais importante que tudo, e faz qualquer coisa para tê-lo, mas esquecem de que não levarão estes bens para o túmulo.

A honestidade, dignidade e caráter são bens mais valiosos que alguém poderia ter. Então Não é bom que seja desperdiçado com coisas fúteis e desnecessárias.

 

SEM VERGONHA DE SER HONESTO

 

Na maioria das vezes as pessoas desonestas preferem confiar nas pessoas de caráter oposto ao delas. Isto é um tanto absurdo e contraditório. E por mais que pareça que a desonestidade está em alta e que cada vez mais ganha terreno, fato facilmente demonstrado pela mídia, principalmente através das novelas, contudo precisamos aprimorar nossa percepção em ver e valorizar a conduta honesta e digna. É coisa difícil, mas não impossível.

É comum vermos pessoas que para ganhar vantagem em alguma coisa se habilitam em forjar resultados, fraudar documentos, enganar e extorquir, sem o menor constrangimento, não tem transparência no que fazem.

No entanto pode-se ainda perceber que algumas pessoas são portadoras de valores morais, são confiáveis e geram confiança, são capazes de sustentar suas atitudes tanto nos negócios como nas amizades.

 

Façamos a seguinte reflexão:

Se a desonestidade se tornar norma de conduta, o que será deste mundo? O que pensar e como agir diante de tudo isso?

A conclusão que deveremos chegar ao final que não devemos ter vergonha de ser honesto, isso nunca!

Pensem nisso, para não ser colaborador e propagador da desonestidade!


SONIA SOUZA


 

COMO É DIFÍCIL CONVIVER COM A DESONESTIDADE

 

Desonestidade
Será desonestidade um desvio de caráter?

 

Vivemos em um mundo onde em qualquer lugar é muito fácil encontrar e perceber pessoas desonestas, seja em qualquer situação cotidiana presenciamos e vivemos cercados por desonestidade das mais variadas formas. Não podendo esquecer também aquele que rouba por um transtorno no controle do impulso. Ou seja, é desonesto por doença, dando-se o nome a isto como cleptomaníaco.

 

Fala-se muito em ser honesto, mas na realidade é uma das atitudes mais difíceis de serem mantidas e aplicadas em nossa vida. Estamos sujeitos a vários fatores que levam muitas vezes a cometer este ato.
Estamos sujeitos a muitas situações onde se afloram este pensamento e muitas vezes praticamos tal ato.

 

Pensando sobre a definição do que é ser honesto, entendo que a honestidade passa por uma questão de educação, partindo do principio de que quanto mais educado, mais honesta é a pessoa.

 

Mas podemos ver que infelizmente mesmo pessoas que foram rigorosamente educadas, instruídas corretamente, com consciência de todos seus atos sejam para o que é certo ou errado podem vir a desenvolver e praticar a desonestidade.

 

Neste raciocínio cabe uma pergunta, Porque desta pessoa desenvolver este ato?

 

Tenho por opinião, e algumas delas comprovadas em situações que vivi e vivo que, este comportamento e atitude se devem por alguns fatores, sendo que:
Por uma ambição desenfreada, sem limites.
Obsessão e desejo de ter o que não se pode comprar.
Desejo de enriquecer sem fazer força, à custa do dinheiro de outras pessoas.
Facilidade de se apoderar de coisas sem se importar de quem são.

 

desonesto

 

O desonesto na verdade, seja por que motivo for sempre acha que esta fazendo a coisa certa (para ele naturalmente), sempre engana a si mesmo com as mais descaradas desculpas para aplacar sua própria consciência que o cobra.

 

Dentro deste raciocínio, podemos perceber (em minha opinião) que, existem fatores que contribuem para chegar a isso. Sempre tive comigo que para uma pessoa se transformar em um desonesto, provavelmente ele já tem um sério desvio de caráter, sendo que muitos já trazem isso desde que nasceu, pouco importando de como foi criado, sua educação ou sua estrutura familiar, isso podemos constatar em diversas famílias como a pessoas são diferentes em seus modos de agir e com valores diferentes entre si desde pequenos.

 

Penso também que muitas vezes isso acontece por uma característica de personalidade, desenvolve uma maneira de pensar e agir em benefício próprio, mas acredito que se a pessoa toma conhecimento que esta sendo desonesta, procura ajuda e revertem seus conceitos.

 

Acredito também que esta maneira de agir seja por um lado relacionado com o comportamento da pessoa, dependendo do ambiente em que se vive com quem se vive e como é sua relação com este meio.

 

Em minha maneira de pensar acho que este quadro de desonestidade como já disse por uma falta de educação, mas também acho que em muitos casos é a falta de caráter mesmo.

 

Já tive de conviver e presenciar situações com relação a pessoas desonestas que me deixavam muito desanimado e triste. Acredito que o comportamento de uma pessoa desonesta não seja somente o roubo em si. Muito pelo contrário, notava que esta mesma pessoa sempre levantava falso testemunho sobre alguém, sempre conseguia coisas e benefícios passando por cima de outras pessoas, fraudava documentos, não era correto em sua função, mentia e enganava para conseguir favores e vantagens.

 

Como é difícil conviver com pessoas assim! Quantos de nós não conhecemos ou até trabalhamos com alguém assim?
Torna-se muito complicada viver uma situação com alguém que sabemos que é desonesto.

 

Por que digo isso?
Vemos como um pequeno exemplo que, pessoas que mesmo com um salário considerado baixo dependendo de uma determinada função acabam enriquecendo sem explicação alguma.
Pessoas que do nada enriquecem e na realidade não há uma justificativa convincente para tal.

 

E o que dizer de pessoas que compram bens e colocam em nome de outras (laranja), medo do que? Será que esse medo é por não ter como explicar essa riqueza toda. Ou seja, coisa conseguida na desonestidade.

 

Já parou para pensar e ver se não conhece pessoas assim?

 

Não seja desonesto

 

O que adianta acumular bens se foi conseguido de forma errada e sem honestidade, Será que na cabeça destas pessoas elas se acham tão importantes e corretas que não sabem que muitas pessoas sabem como ela enriqueceu.

 

Na verdade, desonestidade não está com nada, esta atitude pode levar o indivíduo a ter uma vida de riqueza, mas acredito que cedo ou tarde a realidade aparece e com certeza a vida cobra cada centavo adquirido na safadeza.

 

Nada como o dia de amanhã. A verdade sobre nossas atitudes seja certa ou errada sempre vem à tona mais cedo ou mais tarde nesta vida.
Marcelo Martins
 

 A EDUCAÇÃO SEM EDUCAÇÃO

 
Educação sem educação
Linda palavra EDUCAÇÃO, mas o que dizer quando dentro desta mesma palavra ela soa que não há educação.
Quando no referimos sobre educação, de imediato vem em nosso pensamento uma pessoa instruída, preparada para a vida, ou seja, bem educada.
Mas educação não se resume somente a este pequeno item, é muito mais.

 

Precisamos e devemos nos conscientizar que educação, é toda a preparação, formação e desenvolvimento do ser humano até chegar a uma plena cidadania.

 

É possível haver educação sem educação?

 

Acredito que sim, podemos ver e perceber as grandes diferenças e dificuldades sobre o relacionamento aluno-professor nos dias atuais. Podemos constatar que atualmente este relacionamento é bastante conturbado, e muitas das vezes, cheio de problemas, visto que, praticamente todos os dias há sempre alguma noticia pela mídia sobre problemas sofridos por partes de professores e alunos, ou seja:

 

Alunos atacando professores e professores perdendo o domínio de seus atos.
Problemas com drogas, problemas com violência e intimidação.
Falta de estrutura e condições no ambiente de trabalho.
Professores sem incentivos e desmotivados para exercerem com competência e eficiência sua profissão.
Falta de segurança.
Um conjunto de problemas que só agravam mais ainda a situação entre alunos e professores.
Porquê de tudo isso?
Em minha opinião (longe de ser o dono da verdade), nos dias atuais a sociedade de um modo geral sofre uma perda de vários valores morais que norteavam as condutas sobre vários assuntos e até mesmo sobre várias profissões.

 

De uma maneira geral, esta havendo fatores que tem causado a deterioração da conduta e do modo de agir, isso se referindo à educação.
Podemos ver que por alguns fatores esta acontecendo um processo de agravamento sobre a relação aluno/professor/escola.

 

Em minha opinião destaco alguns aqui:
Drogas nas escolas (não há como esconder isso),

 

Pais sem o controle de seus filhos (hoje o filho tudo pode) faltam à obrigação de impor limites, transferindo para a escola e o professor a obrigação desta tarefa, sendo que, muitos pais nem sequer se preocupam com isso, acham que é a escola que tem que ensinar tudo, se eximindo desta responsabilidade. E quando percebem alguma coisa que eles acham errado no filhinho, caem em cima da escola e do professor.

 

Esses pais se esquecem de que muito da formação de uma criança se começa em casa, essa educação é uma parceria entre a família e a escola, dai a situação funciona.
Uma coisa importante é a própria conduta de nossos governantes. Fala-se muito em ensino de qualidade, profissional qualificado, escolas modernas, remuneração compatível e merecedora com o trabalho de um professor.

 

Mas, o que vemos muitas vezes é que este governante trata a educação com uma falta de prioridade, relegando- a há um segundo plano, quando não mais. Tratando a educação não como uma necessidade primordial, mas sim como uma coisa paralela, usando mais politica e outros interesses do que realmente atitudes reais para estabelecer uma educação de qualidade.
Incluindo nisso, recursos escassos e que nunca chegam, escolas em péssimo estado, salário de professores muito abaixo do que deveriam receber, falta de estímulos na carreira, em muitos lugares, falta de um plano de carreira. Reivindicações que nunca são atendidas. Cargos por indicação politica e não por capacidade e merecimento. Falta de comprometimento em investimentos para uma melhoria e capacitação destes professores.

 

Os alunos são desconsiderados quanto as suas necessidades individuais. As salas de aula são um horror, faltam mesas, cadeiras, material didático e assim por diante. Tudo isso somado e refletido na forma de trabalhar deste profissional.

 

Não tem como educar nesta situação, torna-se praticamente impossível qualquer trabalho eficiente.

 

Na verdade, o caminho a seguir seria voltar a valorizar, a competência, a cidadania, solidariedade, bondade, respeito pelo próximo. Procurando trazer de volta a família como instituição de formação e educação dos filhos e não simplesmente achar que só a escola resolve o problema da educação de uma criança.
É neste sentido que acho que só recuperando estes valores é que poderia voltar a pensar em uma educação voltada para a formação do cidadão consciente, educado e respeitador.

 

Para a escola formar um cidadão consciente, ela precisa ter um grupo de professores capacitados, remunerados e dispostos a trabalhar em prol deste aluno. Não adianta receberem planejamentos prontos das secretarias ou coordenadorias, para serem aplicados na sala de aula. O professor tem de estar motivado a trabalhar com o aluno, na procura dos valores que serão desenvolvidos e aprendidos em sala de aula.

 

Na realidade, o que todos desejam seja, professores e os pais é que haja uma educação de qualidade para seus filhos.
Marcelo Martins

Nossa vida é curta.

Portanto:
olhos

 

Viva, aproveite
Trabalhe,
como se fosse seu primeiro dia.

 

Se te fizeram algum mal.
Se te magoaram,
Procure esquecer,
Perdoe rapidamente,
Magoas e ressentimentos fazem muito mal.

 

Tem-se um amor.
Ou esta apaixonado,
ame verdadeiramente.
Beije demoradamente,
viva intensamente este sentimento.

 

flores

 

Se ficou triste por algum motivo,
Se chorou,
ría incontrolavelmente
e nunca deixe de sorrir.
Por mas estranho que seja o motivo.

 

A Vida não é fácil,
pode não ser a maneira que esperamos
mas enquanto estamos aqui,
devemos ter em mente que...

 

Daqui nada levamos,
Apenas nossas ações,
sejam boas ou más.

 

flor
Saibamos dar valor a nossa vida
Este é nosso maior bem sobre esta terra.
 
Marcelo Martins
 

 Aprendendo a conviver com tanta arbitrariedade

 

basta

 

Vivemos numa sociedade em que basicamente o que se valoriza é o materialismo e o imediatismo, nos acostumamos a ver, buscar, adquirir de qualquer maneira o “deus” que se caracteriza em poder e riqueza. E pra falar a verdade este modo de viver a cada dia toma proporções gigantescas nos costumes da maioria dos seres humanos.

 

Assim vivemos, pois numa espécie de “loucura” ou “despojamento da razão”, em outras palavras significa que nada deve ser levado tão a sério, nada pode durar tempo demais, e que as coisas não devem ser tratadas com tanta rigidez. É preciso ser flexível.
Tudo deve ser moldado segundo os interesses de novos valores que nada tem a ver com os padrões éticos e morais. Na verdade o que importa é “eu” ter qualquer vantagem.

 

Afinal tudo é descartável, e o ser humano também passa a ser, se este não estiver de acordo com os meus padrões predefinidos, logo, descarto-o, nem que para isto faça uso de todas as armas disponíveis sendo muitas vezes as piores possíveis, como:
Pressão psicológica, mentiras, calunia opressão, medo pela perda de emprego, rebaixamento de função e de cargo, perseguição, conflitos de opiniões.

 

A busca desenfreada do poder hipnotizam as pessoas, fazendo com que se tornem arrogantes ao ponto de se acharem poderosas, imbatíveis e capazes de qualquer coisa.
E para que tenham êxito passam por cima das regras básicas de respeito, convivência, fraternidade, e justiça.
Quem nunca observou no cotidiano, situações das mais absurdas possíveis. Quando isso acontece, o que fazer?
Imagine o dilema que vive um trabalhador (a) que é privado de ter uma carteira de trabalho assinada, não possui CPF, identidade, muitas vezes nenhum documento, e para sobreviver, trabalha anos sendo que para o sistema por não possuir nenhum destes documentos é como se ele não existisse!

 

Muitas destas situações são ignoradas por patrões que simplesmente querem levar vantagem sobre este trabalhador, não informando e não cumprindo os direitos trabalhistas que regem o trabalho.
Outra situação: Aquele funcionário público que não tem seus direitos respeitados dentro de seu ambiente de trabalho, que sofre toda espécie de humilhação por parte de “chefes”, que na maioria das vezes alcançou o cargo de chefia politicamente e não por merecimento, esquecendo-se que o cargo no qual por hora desempenha é passageiro e logo estarão sujeitos a um reverse.

 

Assim, é bom que reflitamos por um momento:

 

Será que estes “chefes” não conhecem as leis trabalhistas?
E se conhecem, porque burlam as normas e continuam impunes?

 

Qual a necessidade de oprimir homens e mulheres que saem de suas casas todos os dias passam por diversas dificuldades para desenvolver um trabalho, porque precisam daquela renda para manter a família, e muitas vezes deixam suas crianças expostas ao perigo, porque o maiorzinho cuida do menor, mas é preciso ir trabalhar, e, contudo tem seus direitos violados, apenas porque os “poderosos” fazem valer seus caprichos pessoais ou grupais!
Em nome de que mesmo está sendo guiada a conduta de pessoas que agem assim?

 

O ser humano está se destituindo dos valores éticos, e assim estão se tornando perversos, se comparando a lobos prontos a devorar qualquer um que interfira em seus projetos pessoais, assumindo cada vez mais a dinâmica na defesa de suas paixões e ambições materiais, pois é preciso ganhar para obter poder. Planta-se a ideia de que o perdedor é aquele que segue as regras.

 

liberdade

 

Não é de se estranhar as corrupções arraigadas em grande parte das instituições políticas e sociais. Levando-nos a crer que nada pode frear estas péssimas atitudes. Todavia a solução está nas mãos daqueles que conservam as regras.

 

É preciso quebrar os paradigmas que impõem o medo. Nada será mudado se ficarmos calados diante de situações vexatórias e injustas. É preciso fazer valer nossos direitos. Mudar a crença de sermos reconhecidos cidadãos somente em épocas de eleições. Temos que mudar esta cultura! Traçar um novo perfil. Mostrar que somos capazes.

 

Somos seres providos de inteligência e vontade, avaliar cada situação e suas consequências e optar por decisões que não denigram os princípios da coletividade.
Precisamos analisar nossa conduta e estabelecer comportamento útil, para fortalecer nossas decisões naquilo que é certo para que deste modo possamos viver uma sociedade justa, confortável e feliz.
Sonia Souza
 

 Confundir humildade com submissão 

flores 

 

Em nossa vida não podemos ignorar que a humildade é tida como uma característica em muitas pessoas  que nos rodeiam em nosso dia a dia.

 

Seja em nossa vida particular ou em nosso trabalho. Pessoas que, com sua inteligência competência, honestidade e outras qualidades, sabem ser humildes em sua função. Estas pessoas costumam ser reconhecidas e valorizadas por suas atitudes.

 

Em nosso dia a dia Independente de qual  o trabalho ou a área em que atua, existe uma variável que é comum a todo e qualquer trabalho. Lidamos com gente.

Muitas destas pessoas, com maneiras e modos de encarar cada situação a seu modo. Mostrando muitas vezes que nem sempre são bons profissionais naquilo que fazem

 

O porquê desta afirmação?

 

A maioria dos problemas que temos está longe de estarem relacionados à habilidade técnica com que estas pessoas trabalham. Embora isto também ocorra ha muitos profissionais mal capacitados em suas funções. Mas este não é o assunto principal aqui. Voltando ao assunto. Estes problemas são simples e básicos, e podem ser notados no ser humano desde a infância, tais como:

 

Pirraça, orgulho, inveja, impaciência, ignorância, altivez, fofoca e muitos outros.

Estas atitudes na verdade é  que atrasa planejamentos, projetos, destrói equipes de trabalho, torna-se praticamente impossível fazer render qualquer coisa nestes ambientes que na verdade se tornam insuportáveis para quem esta inserido nele.

 

Muitas das vezes as pessoas  esquecem que a atividade humana é feita por pessoas e para as pessoas, onde há este ambiente se desestrutura qualquer rendimento profissional.

Em nosso ambiente de trabalho, muitas das vezes, a humildade é fundamental e necessária para uma boa convivência entre as pessoas.

 

Às vezes por se tomar uma atitude de humildade perante um trabalho ou uma determinada situação, as pessoas confundem com submissão. Uma coisa muito diferente de ser humilde na verdade.

Nunca se deve confundir humildade com submissão, é um erro muito grave de avaliação.

 

Aplicar e exercer a humildade  é saber se expressar com a firmeza necessária no momento, sem perder o respeito pelas pessoas. É achar o equilíbrio entre aquele “medo” que aparece frente aos “CHEFES”, e a necessidade de colocar seu ponto de vista com toda a energia que se espera de uma pessoa que tem consciência do que pode e do que é capaz.

Ser firme em diversas situações, mesmo que isto signifique não se submeter e saber emitir suas  opiniões contrárias à de um superior. Ainda mais tendo uma opinião lógica, e bem embasada em argumentos verdadeiros.

 

A prática desta humildade é com certeza uma forma de fazer as pessoas entenderem que podem ser gentis, educadas, humildes, mas deixando bem claro que exigem respeito na hora em que é preciso, e deixar mais claro ainda a posição de uma pessoa que têm objetivos e ideias bem definidas sobre o assunto  ou situação que se apresente.

 

Ocorre que em muitos casos em nossos ambientes de trabalho, uma atitude de humildade é enxergada como uma submissão, ou seja, a pessoa em questão é vista como uma marionete, que simplesmente é mandada ou praticamente forçada a fazer ou aceitar uma situação. Seja por um chefe ou uma situação em questão.

Ser humilde não é ser em hipótese alguma submisso seja por qual motivo for.

A pessoa submissa perde em valores, a humilde ganha em respeito e apreço.

O submisso é antes de tudo um fraco de opiniões, de atitudes, medroso e inseguro em suas atividades. Tem medo de desagradar, ofender, e desafiar seu chefe ou superior. Concorda com as opiniões de outras pessoas, não importando qual seja a sua. Não se faz respeitar, não reivindica, não cresce em seu trabalho.

 

Analise sua situação em sua casa ou seu trabalho, Será que você é realmente uma pessoa humilde ou uma pessoa submissa a alguém ou a uma situação?

 

Marcelo Martins


 CREPÚSCULO

Se analisarmos até certo ponto, a nossa vida pode se comparar como se fossem subir degraus de uma escada muito alta. É cansativo? Com certeza! Mas o importante é o resultado, porque alarga-se nossa visão e poderemos vislumbrar novos horizontes, que poderão ser inquietantes, desafiadores e porque não, iluminados pelo sol escaldante. Como em um banho de luz intenso, os brilhos cegam. Até cacos de vidros se parecem com ouro.

 

Enquanto escalamos a escada da nossa vida, e isso pode acontecer em todos os momentos e situações que passamos no nosso cotidiano, é fundamental refletirmos que, a vida nos foi dada para sermos felizes e cumprir nossa missão. Acalmar nossa alma conturbada e transformar a inquietação que urge dentro de nós em paz e tranquilidade. Afinal, temos que nos acalmar para perceber, mesmo nas turbulências, que tudo acontece conforme nosso querer e só assim poderemos ouvir a voz que sai do nosso interior.

 

Esta é uma tarefa difícil?
Com certeza!
Mas não é impossível!
Quantas vezes perguntamos a nós mesmo:
De onde viemos?
Para onde iremos?

 

De que maneira descobriremos a resposta para tais perguntas, pouco importa. O que conta é o resultado final, o prêmio que conseguiremos no fim de nossa jornada. Se tivermos discernimento em fazer a escolha correta, atingiremos o patamar mais elevado, uma espécie de oásis, paraíso conquistado com lágrimas, talvez de muito suor, sangue e lágrimas.

 

O resto que deixarmos para trás (arrogância, prepotência, orgulho, descaso, insensatez...,), ficarão por conta dos abutres, como migalhas deixadas para as formigas.
Todavia, esse lugar tão almejado, no instante que diminui a intensidade e a satisfação da chegada, por vezes, mostra-se sobrecarregados de inúmeros e de traiçoeiros e apavorantes invasores.

 

É preciso que façamos de tudo para vencer estes obstáculos, mesmo que para isso, tenhamos que descer pelo lado contrário da escada que fizemos de tudo para escalar, porque o tempo a nossa disposição, se extingue rapidamente, como uma vela que se consome para dar a luz.
E sob a claridade desta luz, saibamos reconhecer tons mornos que nos fará enxergar horizontes, que muitas vezes se revela restritos, todavia cheios de circunstancias, e de detalhes, que não percebemos, pela pressa em nossa escalada em busca de coisas inoportunas e sem importância. Mas que na medida em que nos afadigamos nesta busca, nossos passos tendem a diminuir, e então procuramos ganhar tempo, que antes desperdiçamos com tantas coisas desnecessárias.

 

Então passamos a prestar mais atenção em tudo que está a nossa volta, e em consequência, surge no mais íntimo de nosso ser sentimentos que já havíamos sufocado dentro de nós, ai surge em nós, sentimento de compaixão, oportunidade única de aprender que a dor da derrota, pode ser a melhor de todas as professoras.

 

Continuamos a descer os degraus...
Pois é necessário ajustar algumas coisas!

 

Deixemos de perder tempo em devaneios. Aquietemos nosso coração e nossa alma. Não desperdicemos tempo tão precioso ao encontro de restos, cobras e brasas...
Abençoe quem atravessa em seu caminho. Invoque a benção de Deus para que ele possa evitar o desastre nas primeiras curvas e vir a perder a vida.

 

A felicidade existe!
Ela se encontra na suavidade da brisa amiga, no frescor da manhã, na simplicidade das coisas.
Ao crepúsculo!
Basta estar vivo.

 

Compreender, enfim, que a felicidade que almejamos é aquela que surge quando agradecemos a Deus por tudo de bom ou de ruim que acontece em sua vida. Aí sim, qualquer coisa que vir a acontecer será consequência do último degrau que atingimos...

 

SONIA SOUZA
 

  O que é uma pessoa dissimulada?

 

dissimulada

 

Hoje vamos abordar e escrever sobre uma categoria de pessoas especiais (e põe especial nisso). Mas não é simplesmente qualquer tipo de ser humano. São denominados os famosos dissimulados, ou seja, aqueles que se fazem de bobos para se dar bem com os outros e sempre em busca de levar vantagem em alguma situação. Pessoas que para se darem bem fingem que não tem opinião própria (porque escondem), são muitas vezes poucos corajosos (na verdade são é covardes mesmo) e acham o máximo se dar bem em cima de outras pessoas.

 

Definição de uma pessoa dissimulada:
adj. e s.m. Que ou aquele que tem o hábito de dissimular; enganador; hipócrita. / Que é feito com dissimulação: sorriso dissimulado.

 

Na verdade, uma pessoa que gosta de enganar as outras se fazendo de desentendida. Se passando por coitada e muitas vezes sofredora e gente boa.

 

Sempre que é inquerida sobre qualquer assunto concorda com tudo e nunca mostra realmente o que pensa de verdade, e para se saírem bem, não medem esforços para conseguir o que realmente almeja, ainda que, em muitas vezes prejudique alguém, pouco importando com os sentimentos de outras pessoas ao seu redor.

 

Quando em perigo, ou pressionada por uma situação, não tem coragem de assumir posição sobre o que pensa e sobre suas atitudes, desconversa e tenta sempre ser o bonzinho, nunca mostra-se o que realmente é e o que pensa de verdade.

 

É o famoso EM CIMA DO MURO.

 

Ele tem a necessidade e tem como meta agradar a todos, Na verdade em sua cabeça, não pode ficar mal com ninguém, e para isso ele se anula, ou finge de coitado (somente na hora), por que passado a situação em que estava, age completamente diferente do que quando estava pressionado, ai mostrando toda sua personalidade.

 

dissumulada

 

Este tipo de pessoa em resumo é tida como:

 

Uma pessoa geralmente fingida, que se faz de boba para viver, que vive na penumbra, muitas das vezes tomando conta da vida dos outros e articulando situações para jogar um contra o outro em seu ambiente de trabalho e até em sua própria casa, e o mais grave de tudo é que se passa e posa de inocente na história, fingindo que nada fez e não sabe de nada sobre o ocorrido.

 

Tenho a opinião que mesmo aparentando intenções de proteger, orientar, conversar, ser amigo das pessoas, o Dissimulado é frio, calculista e falso, caracterizando mais ainda um estilo fortemente manipulador. Essa característica fica evidenciada em suas atitudes e somente esta bem quando consegue manipular a todos. Apesar de reconhecer que está manipulando seu entorno social, tenta convencer aos outros de que suas intenções são boas e que suas atitudes são, no mínimo, bem intencionadas.

 

Percebi também que quando as pessoas com esse tipo de características são pressionadas ou confrontadas, sentem-se muito encabulados e suas reações oscilam entre a explosão agressiva e vingança calculista. A bondade e afabilidade dos dissimulados é superficial, estando sempre predispostos a depreciarem a qualquer um que represente alguma ameaça à sua hegemonia, chegando mesmo a perderem o controle e explodirem em cólera.

 

Você conhece alguém assim?
Eu convivo todos os dias…
Todos nós convivemos com esse tipo de gente.

 

É uma pessoa que esta ao seu lado todos os dias, seja no trabalho ou em sua própria casa. Reconhecer e identificar o dissimulado muitas vezes não é tarefa fácil. Geralmente com suas atitudes e ações vamos percebendo seu comportamento e vamos identificando alguma coisa que não bate com o que aquela pessoa quer passar.
Quanto mais vamos observando, nota-se que esta pessoa premedita suas atitudes e ações, usa de mentiras e se passa por uma pessoa que não é.

 

dissimulado

 

Na realidade, por mais que se pareça uma pessoa confiável, joga com os sentimentos das pessoas, toma atitudes que prejudicam e magoam outras pessoas, tudo isso por se achar melhor e superior aos outros.

 

De tudo isso escrito acima simplesmente acho que estas pessoas não passam de criaturas sem caráter e honestidade, covardes e sem palavras, que mentem e não dão valor aos outros. Fingem-se de bonzinhos e na verdade não querem é ficar mal com ninguém, por isso fica em cima do muro e nunca tomam posição sobre qualquer assunto que possa lhe prejudicar. Pessoas que se acham muito superiores e na verdade são é umas frustradas e incompetente em suas vidas e atribuições.

 

Marcelo Martins 
 

 Falsidade

  

Infelizmente hoje em dia passou a ser normal encontrar a nossa volta pessoas falsas, que para se saírem bem de qualquer situação mentem, jogam umas contras as outras, e acabam sempre se safando, porque fingem de inocentes e sabem fingir muito bem .

 

Imagino que seja improvável e até incomum alguém nunca ter se deparado com alguma pessoa falsa, durante a vida. A falsidade é destrutiva e prejudicial, e em minha opinião, isso acontece tanto para quem executa quanto para quem recebe, mas com certeza é um mau que se a gente fosse analisar seriamente e por que não dizer friamente, seria quase que irreparável, pois é um ato, amplamente negativo, e de péssima qualidade para as pessoas que a possuem.

 

Preste atenção quanto ao perfil de Pessoas falsas. Por acaso não são aquelas pessoas que sabem somente enganar, manipular, fingir algo que elas realmente não são e na maioria das vezes só querer passar à perna nos outros, tudo a base de ações e situações falsas, mentirosas, dissimuladas, estas que só causam prejuízos aos outros!

 

Provavelmente nunca teremos consciência ou conhecimento necessário para saber exatamente como uma pessoa falsa age, além de não ser uma tarefa fácil, e por isso, infelizmente nunca devemos confiar de maneira extrema nas pessoas. Porque as ditas pessoas falsas, e dissimuladas podem ser encontradas em todos os lugares, em todos os ambientes, em qualquer época, seja em nossa casa ou fora dela. Mas é preciso saber como elas agem e como combatê-las.

 

Nota-se que pessoas falsas possuem muita facilidade em mentir, são na maioria das vezes hipócritas, falam mal dos outros, pelas costas, gostam de inventar coisas dos outros, não gostam de ouvir a verdade e acreditam só na razão delas. Bancam as boazinhas, prestativas, queridas, mansas, educadas, falam como anjos, cheias de bondade, e na verdade escondem uma terrível característica. Não que todas as pessoas gentis, ou boas sejam falsas, mas é preciso saber em que chão estamos pisando e ter muita cautela, e prestar toda atenção.

 

Um conselho: Mantenha-se longe de pessoas falsas, pois as que têm estas características, certamente não são boas companhias e você sairá no lucro se as evitar. Portanto infelizmente não podemos exterminar a falsidade, porém podemos simplesmente manter distância de certos tipos de pessoas. E sempre praticarmos o inverso, ou seja, a bondade e a sinceridade, com isso poderemos ao menos diminuir porque erradicar completamente a falsidade no mundo é tarefa impossível.

 

Sonia Souza 
 

 A DIFERENÇA ENTRE FORÇA E CORAGEM

É preciso ter força para ser firme,
mas é preciso coragem para ser gentil.
É preciso ter força para se defender,
mas é preciso coragem para baixar a guarda.
É preciso ter força para ganhar uma guerra,
mas é preciso coragem para se render.
É preciso ter força para estar certo,
mas é preciso coragem para ter dúvida.
É preciso ter força para manter-se em forma,
mas é preciso coragem para ficar de pé.
É preciso ter força para sentir a dor de um amigo,
mas é preciso coragem para sentir as próprias dores.
É preciso ter força para esconder os próprios males,
mas é preciso coragem para demonstrá-los.
É preciso ter força para suportar o abuso,
mas é preciso coragem para fazê-lo parar.
É preciso ter força para ficar sozinho,
mas é preciso coragem para pedir apoio.
É preciso ter força para amar,
mas é preciso coragem para ser amado.
É preciso ter força para sobreviver,
mas é preciso coragem para viver.


APRENDENDO A VIVER

Aprendi que se aprende errando
Que crescer não significa fazer aniversário.
Que o silêncio é a melhor resposta, quando se ouve uma bobagem.
Que trabalhar significa não só ganhar dinheiro.
Que amigos a gente conquista mostrando o que somos.
Que os verdadeiros amigos sempre ficam com você até o fim.
Que a maldade se esconde atrás de uma bela face.
Que não se espera a felicidade chegar, mas se procura por ela
Que quando penso saber de tudo ainda não aprendi nada
Que a Natureza é a coisa mais bela na Vida.
Que amar significa se dar por inteiro
Que um só dia pode ser mais importante que muitos anos.
Que se pode conversar com estrelas
Que se pode confessar com a Lua
Que se pode viajar além do infinito
Que ouvir uma palavra de carinho faz bem à saúde.
Que dar um carinho também faz...
Que sonhar é preciso
Que se deve ser criança a vida toda
Que nosso ser é livre
Que Deus não proíbe nada em nome do amor.
Que o julgamento alheio não é importante
Que o que realmente importa é a Paz interior.
“Não podemos viver apenas para nós mesmos”.
Mil fibras nos conectam com outras pessoas;
e por essas fibras nossas ações vão como causas
e voltam pra nós como efeitos.

(Herman Melville) 
 

Pub

 

You Tube    Facebook        Blogs
ACESSE CLICANDO NA IMAGEM

PORTAL JC.COM
A face de Jesus
 
JESUS TE OLHA

TERÇO COM
NOSSA SENHORA AUGUSTA
RAINHA DOS ANJOS
Sua Oração faz milagres

TERÇO DIVINA PROVIDÊNCIA 

 


Novas Ideias Reflexão Receitas do Paraná

 Comportamento Saúde Portal JC 

botão logo Portfólio Novas Ideias

LITURGIA DIÁRIA

CONSULTE PARA FICAR 

SEMPRE INFORMADO



anuncio


 


  ACESSE NOSSO

FACEBOOK AQUI
Facebook Portal JC.com
TERMO DE USO DO PORTAL JC.COM

 


  ACESSOS AO PORTAL
 
 

 somos católicos

Terço Mistérios Gloriosos


 


A PARÁBOLA DO 
SEMEADOR
 

 

Naquele mesmo dia Jesus saiu de casa e se sentou à beira do lago.  Uma grande multidão se juntou ao seu redor. Havia tanta gente que Jesus entrou num barco e se sentou; e toda a multidão permanecia de pé na praia. Jesus lhes ensinou muitas coisas por meio de parábolas [a]. Ele dizia:

—Certo homem saiu para semear. 4 Enquanto semeava, uma parte das sementes caiu à beira do caminho e os pássaros vieram e as comeram.  Outra parte caiu no meio de pedras, onde havia pouca terra. Essas sementes brotaram depressa pois a terra não era funda, mas, quando o sol apareceu, elas secaram, pois não tinham raízes.  Outra parte das sementes caiu no meio de espinhos, os quais cresceram e as sufocaram. 8 Uma outra parte ainda caiu em terra boa e deu frutos, produzindo 30, 60 e até mesmo 100 vezes mais do que tinha sido plantado.  Quem pode ouvir, ouça.

Para que servem as parábolas

 Os discípulos de Jesus, então, se aproximaram dele e lhe perguntaram:

—Por que o senhor ensina o povo por meio de parábolas?

 E Jesus lhes respondeu:

—Somente a vocês é dado o privilégio de conhecer as verdades secretas do reino do céu e não aos outros.  Pois quem tem, receberá ainda mais e terá em abundância. Mas quem não tem, até o que tem lhe será tirado.  E é por isto que ensino o povo por meio de parábolas: Eles olham, mas não vêem; ouvem, mas não entendem.  Portanto, por intermédio deles acontece o que disse o profeta  Isaías:

“Vocês ouvirão mas, mesmo ouvindo, não conseguirão entender;

vocês olharão mas, mesmo olhando, não conseguirão ver.

 Isto acontece pois o coração deste povo está endurecido.

Eles taparam os ouvidos e fecharam os olhos.

Se não fosse assim, eles poderiam ver com os olhos,

ouvir com os ouvidos e entender com o coração,

e se voltariam para mim e eu os curaria”.

 —Mas felizes são os seus olhos, pois eles podem ver; e os seus ouvidos, pois eles podem ouvir.  Digo a verdade a vocês: Muitos profetas e homens justos desejaram ver as coisas que vocês vêem, mas não viram. Eles desejaram ouvir o que vocês ouvem, mas não ouviram.

Jesus explica a parábola do semeador

 —Ouçam o que a parábola  daquele que semeia quer dizer.  A semente que caiu à beira do caminho representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino, mas não a compreende, e Satanás então vem e tira as coisas que foram semeadas em seu coração.  A semente que caiu no meio de pedras representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino e a aceita imediatamente e com muita alegria.  Mas, como não tem raiz, não dura muito tempo. Assim que encontra dificuldades ou que é perseguida por causa da mensagem, abandona a sua fé.  A semente que caiu no meio de espinhos representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino mas é sufocada pelas preocupações com as coisas desta vida e pela ilusão das riquezas. Essa pessoa não produz nenhum fruto.  Mas a semente que caiu em terra boa representa a pessoa que ouve a mensagem e a compreende. Essa pessoa cresce e produz muitos frutos, algumas vezes trinta, outras sessenta e outras ainda cem vezes mais.


       ⇐ Voltar ao Início 

foto
 
"MINHAS PALAVRAS
NÃO PODEM ESPERAR"
Nossa razão de existir como um portal de divulgação

 

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.

Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.

Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.

Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,.

Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.

Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.

Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.

Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.

Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.

Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.

Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.

Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.

Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.

Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação

Salmos 91:1-16

 

 

⇐ Voltar ao Início