Portal JC.com - Um Jeito Novo de Informar e Divulgar

Widgets

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.7/5 (33176 votos)


ONLINE
1








Total de visitas: 2033450

XV Encontro CEBs - Brasil - Argentina - Paraguai

XV Encontro CEBs - Brasil - Argentina - Paraguai

 

XV Encontro da CEBs - Comunidades Eclesiais de Base Três Fronteiras reúne lideranças da Argentina, Paraguai e Brasil

FOTO  FOTO

O evento aconteceu nos dias 11 e 12 na Paróquia São José Operário em Céu Azul

 foto  foto

Foi realizado no último final de semana (11 e 12), pela primeira vez na cidade de Céu Azul (PR) – Diocese de Foz do Iguaçu o encontro com os representantes das Comunidades Eclesiais de Base das Três Fronteiras, Argentina, Paraguai e Brasil; com o Tema: Cuidar da Terra e da Água e o Lema: Semear Vidas é Nossa Responsabilidade. O público reuniu cerca de 180 pessoas: (30 pessoas da Argentina e 30 do Paraguai) e os demais participantes, das paróquias da Diocese de Foz do Iguaçu. O evento é um encontro de animadores de grupos de família e coordenadores, também aberto para todas as lideranças e pessoas de outras religiões. Todos participaram com entusiasmo e comprometimento, destacando-se a presença significativa dos jovens.

foto  foto  FOTO

Com que frequência e como acontece o encontro três fronteiras

O evento Três Fronteiras CEBS é realizado de dois em dois anos, em 2015 na Argentina foi trabalhado sobre a Família e sua organização, este ano no Brasil, trouxe a problemática que envolve o cuidado com terra e a água e em 2019 será no Paraguai.

Este ano, no Brasil, o evento Três Fronteiras CEBs, teve como organizadores: Brasil, padre João Disner (Assessor), Coordenadora Diocesana, Jovilde, Coordenadora da Área III, Ibraema; Argentina, German e Rosa; Paraguai: Ramon e Ana.

CONFIRA MAIS FOTOS EM NOSSO FACEBOOK

TRÊS FRONTEIRAS - SÁBADO

TRÊS FRONTEIRAS - DOMINGO

SANTA MISSA  - DOMINGO

Padre João aborda o tema Vida com a seguinte reflexão:

Todos os momentos temos que celebrar e agradecer a Deus, pelas descobertas que fazemos. E temos de pedir, força e perseverança necessárias para agir, assumir o que nos é proposto. Somos a continuidade da obra de Deus.

Ele deu vida a tudo o que foi por Ele criado para não ficar inerte. Somos uma terra bruta que precisa ser cultivada, ganhar vida, crescer, receber sol e chuva...

fotoEntão pensamos e vemos a vida como um painel que cada dia deve ser renovado, para ser sempre mais atraente.

A vida existe em todos os sentidos, em diversos lugares e exige muitos cuidados. A vida é como uma semente que sem cuidados especiais não germina

Muitas vezes pensamos para que serve a Vida? Por que nascemos? Para onde vamos? Por que tantos sofrimentos, fome, maus tratos, tanta discriminação? Diante de tantos obstáculos e acontecimentos desta natureza, como vamos agir?

Muitas vezes fazendo uma reflexão sobre todas as dificuldades presentes em nossa vida, faço uma pergunta a mim mesmo, já que tenho tanta necessidade de trabalhar arduamente, como posso cuidar de minha família?

fotoEntão chegamos a uma conclusão: o trabalho é necessário para nossa sobrevivência, porém muitas vezes no percurso da vida nos preocupamos mais em trabalhar para sempre ganhar mais, sempre possuir mais, com isto, geramos problemas como, abandono, carência afetiva, falta de amor, isolamento familiar, distanciamento entre pais e filhos, entre marido e mulher.

A família é deixada de lado, com isso os problemas passam a ser maiores do que são, por falta de convivência familiar, bons conselhos e amor fraternal entre os membros da própria família. Jesus nos chama e deixa bem claro que Ele quer pessoas que trabalhem, não quer preguiçosos.

Sabemos que todo nosso trabalho não é em vão, mas também Ele nos dá uma vida de conhecimentos muito mais amplos, onde podemos aprender e conseguir resolver nossos problemas em todas estas dúvidas que temos. Jesus nos oferece um modo diferente de viver para conseguirmos realizar nossa missão. Jesus nos mostra gestos concretos de ver Deus em toda a criação. Ele nos fala “Não esqueças que a árvore mais simples produz os melhores frutos”.

Através do que nos fala Jesus, entendemos que precisamos cuidar da vida contra todos os males que a querem destruir, seja, violência, drogas, falta de saúde, falta de moradia, falta de terra para trabalhar, falta de alimentação, falta de educação, falta de condições mínimas para se ter uma vida decente e digna para todos, onde prevaleça a justiça, a igualdade, o amor entre as pessoas, com isso conheceremos Deus, e que através deste conhecimento não nos falte AMOR VERDADEIRO, COMPREENSÃO, HUMILDADE e CONFIANÇA.

foto  foto

foto  foto

Realização das atividades em grupos

O assessor, padre João Disner, verificou in loco as atividades dos temas propostos; foi possível durante esses dois dias ouvir de cada um e de cada uma que estavam naquele espaço comum, como se dá a sua caminhada eclesial, suas angústias, seus desafios e sonhos. Um dos pontos alto do encontro foi conhecer a história das padroeiras de cada país das três fronteiras presentes, a réplica da cruz da CEBs - Paraná e a inserção dos jovens na caminhada da igreja; As rodas de conversas sobre o Protagonismo e Missão dos Leigos e Leigas e a identidade das comunidades eclesiais de base foram reafirmadas por todos e todas  em sua  caminhada missionária e de seguidores de Jesus Cristo, onde as CEBs são escolas de formação, informação, comprometimento com a causa social, eclesial, política e de cuidado com a casa comum.

foto  foto  foto

Conclusão

 A partilha feita pela articulação das CEBs Três Fronteiras sobre a XIV Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base a realizar na cidade de Londrina (PR), de 23 a 27 de janeiro de 2018, onde será trabalhado o Tema: Vida e Missão das Comunidades e o Lema: Desafios, Resistência, Lutas e Esperanças das CEBs no Mundo Urbano e Rural e a Iluminação Bíblica: Eu vi e ouvi os Clamores do meu povo e desci para libertá-lo (Ex. 3,7), foram pontos altos de alegria, atenção e esclarecimentos de dúvidas por parte dos presentes. Ao final do encontro, houve apresentação cultural, a entrega da vela para o Paraguai e uma pequena celebração de envio, todos os homens e mulheres foram enviados em Missão.

ASSISTA NOSSO VÍDEO DA MISSA (YUOTUBE)

Santa Missa - Encontro CEBs - 2017 – Brasil

 

Atividades Sábado

Atividades Domingo

Matéria: Vídeos e fotos: Portal Jesus Consagrado.com

Marcelo Martins e Sonia Souza

Pub

 

REVISTA QUINZENAL

Revista Novas Ideias/Maio/2018


 foto   

 

foto


You Tube    Facebook
ACESSE CLICANDO NA IMAGEM

PORTAL JC.COM
A face de Jesus
 
JESUS TE OLHA

TERÇO COM
NOSSA SENHORA AUGUSTA
RAINHA DOS ANJOS
Sua Oração faz milagres

TERÇO DIVINA PROVIDÊNCIA 

 

TERÇO MISTÉRIOS GLORIOSOS 


Novas Ideias Reflexão Receitas do Paraná

 Comportamento Saúde Portal JC 

botão logo Portfólio Novas Ideias

LITURGIA DIÁRIA

CONSULTE PARA FICAR 

SEMPRE INFORMADO



anuncio


 


  ACESSOS AO PORTAL


    FOTO

 


A PARÁBOLA DO 

SEMEADOR

 

 

Naquele mesmo dia Jesus saiu de casa e se sentou à beira do lago.  Uma grande multidão se juntou ao seu redor. Havia tanta gente que Jesus entrou num barco e se sentou; e toda a multidão permanecia de pé na praia. Jesus lhes ensinou muitas coisas por meio de parábolas [a]. Ele dizia:

—Certo homem saiu para semear. 4 Enquanto semeava, uma parte das sementes caiu à beira do caminho e os pássaros vieram e as comeram.  Outra parte caiu no meio de pedras, onde havia pouca terra. Essas sementes brotaram depressa pois a terra não era funda, mas, quando o sol apareceu, elas secaram, pois não tinham raízes.  Outra parte das sementes caiu no meio de espinhos, os quais cresceram e as sufocaram. 8 Uma outra parte ainda caiu em terra boa e deu frutos, produzindo 30, 60 e até mesmo 100 vezes mais do que tinha sido plantado.  Quem pode ouvir, ouça.

Para que servem as parábolas

 Os discípulos de Jesus, então, se aproximaram dele e lhe perguntaram:

—Por que o senhor ensina o povo por meio de parábolas?

 E Jesus lhes respondeu:

—Somente a vocês é dado o privilégio de conhecer as verdades secretas do reino do céu e não aos outros.  Pois quem tem, receberá ainda mais e terá em abundância. Mas quem não tem, até o que tem lhe será tirado.  E é por isto que ensino o povo por meio de parábolas: Eles olham, mas não vêem; ouvem, mas não entendem.  Portanto, por intermédio deles acontece o que disse o profeta  Isaías:

“Vocês ouvirão mas, mesmo ouvindo, não conseguirão entender;

vocês olharão mas, mesmo olhando, não conseguirão ver.

 Isto acontece pois o coração deste povo está endurecido.

Eles taparam os ouvidos e fecharam os olhos.

Se não fosse assim, eles poderiam ver com os olhos,

ouvir com os ouvidos e entender com o coração,

e se voltariam para mim e eu os curaria”.

 —Mas felizes são os seus olhos, pois eles podem ver; e os seus ouvidos, pois eles podem ouvir.  Digo a verdade a vocês: Muitos profetas e homens justos desejaram ver as coisas que vocês vêem, mas não viram. Eles desejaram ouvir o que vocês ouvem, mas não ouviram.

Jesus explica a parábola do semeador

 —Ouçam o que a parábola  daquele que semeia quer dizer.  A semente que caiu à beira do caminho representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino, mas não a compreende, e Satanás então vem e tira as coisas que foram semeadas em seu coração.  A semente que caiu no meio de pedras representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino e a aceita imediatamente e com muita alegria.  Mas, como não tem raiz, não dura muito tempo. Assim que encontra dificuldades ou que é perseguida por causa da mensagem, abandona a sua fé.  A semente que caiu no meio de espinhos representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino mas é sufocada pelas preocupações com as coisas desta vida e pela ilusão das riquezas. Essa pessoa não produz nenhum fruto.  Mas a semente que caiu em terra boa representa a pessoa que ouve a mensagem e a compreende. Essa pessoa cresce e produz muitos frutos, algumas vezes trinta, outras sessenta e outras ainda cem vezes mais.


       ⇐ Voltar ao Início 

foto
 
"MINHAS PALAVRAS
NÃO PODEM ESPERAR"
Nossa razão de existir como um portal de divulgação

 

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.

Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.

Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.

Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,.

Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.

Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.

Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.

Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.

Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.

Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.

Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.

Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.

Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.

Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação

Salmos 91:1-16

 

 

⇐ Voltar ao Início