Portal JC.com - Um Jeito Novo de Informar e Divulgar

Widgets

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.7/5 (33176 votos)


ONLINE
1








Total de visitas: 2033347

Pensar 2

Pensar 2

 

foto

Veja também nossas outras páginas

                                               REFLETIR 1       REFLETIR 3    REFLETIR 4        
 

 

Quem sabe?

Quem sabe

Amanhã você possa despertar meus sentimentos
Numa brisa assoprar
Com seu amor me envolver
Com palavras doces declamar
Num sentimento aflorar
Isto é o AMOR!!!

 

Ah!!!

 

O amor não precisa ser somente poesias e canções
Interpretadas e cantadas, e as vezes incompreendidas
Porque quem tiver o privilégio de buscar
E este amor encontrar
Dele jamais se afastará.

Quem sabe

O amor?!
É capaz de aquecer o frio
Encontrar aquilo que estava perdido
Curar o coração ferido


Quem sabe

Quando virem as lágrimas
E a tristeza quiser te abraçar
Lembre-se do seu amor
Busque-o onde for
Para curar sua dor.

 

Quisera eu ter a chance
De agir como criança
Abandonar-me numa ciranda
E num relance
Amenizar o tormento
Que causa tanto sofrimento.

Quem sabe

Sonia Souza
 

 SERÁ QUE HÁ UM SENTIDO EM NOSSA VIDA COTIDIANA

São José 

Acredito quem em nossa vida cotidiana, somos nós que fazemos a nossa própria história neste pequeno mundo em que vivemos, somos donos de nossos pensamentos e de nossas atitudes.

Não é preciso muitas vezes de grandes pensamentos ou atos de grandiosidade, na maioria das vezes são com meras atitudes e ações que vamos construir este cotidiano.

Nestas ações que praticamos sejam elas boas ou más, é criada a maneira como vamos nos comportar neste cotidiano em que vivemos.

Assim entendo que tendo como parâmetro alguns valores como:

Honestidade, respeito, carinho, educação dentre outros, tenho a impressão de que cada um de nós tem um papel expressivo e importante na construção deste cotidiano que vivemos todos os dias.

Nossa vida é atribulada e cheia de problemas (quem não os tem) passamos por situações que fazem nosso dia a dia ser extremamente sofrido e desgastante. E muitas vezes estamos tão imersos em nossos problemas que sequer reparamos que eles fazem parte de nossa vida cotidiana, se estão ali para nos atrapalhar.

Não nos damos conta que se mudarmos nossa forma de pensar e agir em alguns casos pode sair deste cotidiano que em muito nos atrapalha e irrita.

Quem de nós que já não quis largar tudo e sair correndo para outro lugar e esquecer-se de tudo na hora.

Nesta vida atual em que vivemos a verdade é uma só, a cada dia temos que matar um leão,

São problemas que surgem do nada e na realidade não podemos ignora-los.  Em nossa vida cotidiana temos de ser guerreiros em várias questões que enfrentamos, e em muitas delas não há como fugir e nem fingir que elas não existem.

Em várias ocasiões vem em nossos pensamentos que seria melhor nem levantar da cama, por que sabemos que aquele dia vai ser complicado e muito estressante.

Mas creio eu que é exatamente nestes dias que realmente vamos colocar nossas qualidades e vamos testar como vamos nos controlar e lidar com o que nos trás tanto aborrecimento.

É nesta situação que podemos averiguar até onde vão nossos limites e até que ponto estamos dispostos a resolver os problemas que surgem a nossa frente.

Acredito que é nesta luta cotidiana de dificuldades e apreensões que amadurecemos e crescemos como pessoas, por que através desta luta procuramos vencer e sempre superar nossas limitações e medos, que na realidade todos nós temos.

Esta é a nossa vida cotidiana que sempre vamos enfrentar enquanto estamos neste mundo.

Tendo sempre em mente que acabado um dia difícil, sempre haverá um novo amanhecer e um novo desafio a ser vencido. Esta é a razão de nossa vida, muita luta e aprendizado sempre.

Pois através destas dificuldades superamos nossos medos e limites e nos tornamos mais fortes e confiantes.

 

Marcelo Martins


 MANTER DISTANCIA DE PESSOAS ARDILOSAS

 

distância

 

Muito cuidado com pessoas que para ganhar dinheiro, prestígio e poder, são capazes de qualquer artimanha e armações, em outras palavras, venderiam a própria mãe para atingir seus objetivos, seja eles coerentes ou não, tudo depende do ponto de vista de cada pessoa, é o que elas dizem.

 

É necessário e saudável que se tenha um objetivo e para obter sucesso é imprescindível que se vá à luta, o que na verdade causa um grande mal para a sociedade é quando a pessoa age com má fé e passa a rasteira nos outros para conseguir o que quer, mesmo que para isso, faça uso de artimanhas e trapaças, conseguindo de certa forma arquitetar e maquinar “planos” grandiosos, (isso na maneira delas verem as coisas), não se importando se estão lesando ou prejudicando seu próximo. É bom que tenhamos consciência que pessoas que agem assim são vistas como ARDILOSAS.

 

Na maioria das vezes as pessoas ardilosas agem com cinismo despudorado, passam a conhecer os hábitos da “vitima”, e deste modo passam a manipular seus gostos e preferencias e tudo fazem para conseguirem o que desejam, seja uma informação ou um favor, tudo que fazem é para obter vantagem, sendo a amizade a sua arma mais poderosa, depois elas usarão todas as armas disponíveis contra a vítima.

 

São trapaceiros, jogam para ganhar, passam por cima de qualquer coisa, convencem pessoas, são sagazes, bolam armadilhas, querem sempre mais. São desprovidas de bom senso e se comportam com imoralidade.

 

distância

 

Preste atenção em pessoas que agem assim, no ambiente de trabalho:

 

Elas normalmente e descaradamente, roubam contatos, negócios prósperos, amizades e utilizam a ideia de outros para se auto- promoverem, são capazes de arruinar o trabalho de outros para que o seu sobressaia ou simplesmente para que seja o único a conseguir reconhecimento, escondem informações, são donas das notícias, tramam e arquitetam artimanhas, mas tudo isso por “baixo do pano”, sempre se fazendo de vítimas, de coitadas e de prejudicadas.

 

E por que tenho este pensamento?
Conheço várias pessoas que vivem na própria pele estas situações, sendo que, quantas mais pessoas não passam pela mesma?

 

veveno

 

É bom que se tenha o máximo cuidado ao compartilhar informações sigilosas com pessoas assim. É preciso conhecer e diferenciar as pessoas que convivem e trabalham com você e saber diferenciar os bons dos maus profissionais para que não tenha uma experiência infeliz e desagradável.

 

Conheça as pessoas que estão a sua volta para não cair em mãos ardilosas, pois elas conhecem muitas formas de fraudar ou prejudicar, para promover sua autoimagem. É bom que se tenha cuidado em manter uma distancia razoável de pessoas que possuem má índole, lembrando sempre que o cuidado com estas pessoas é fundamental e de suma importância.

 

Deve-se focar toda atenção e conhecer suas artimanhas para não ser prejudicados, e aprender a valorizar , respeitar e promover às pessoas que embora não aparentam ter obtido tanto sucesso, são dignas, honestas, decentes e carregam consigo os bens e as riquezas que o mundo jamais apagará.

 

Sonia Souza
 

 NÃO DEIXE JAMAIS DE FALAR O QUE PENSA

 

falar

 

É muito cômodo e tranquilo ficar em silêncio e sem atitudes diante de algumas situações que nos deparamos em casa e em nosso trabalho no dia a dia.
Algumas destas situações ficarem em silêncio na hora é o melhor caminho para não irritar ou aborrecer alguém – seja um superior, um filho, um amigo - que deveria ser confrontado, avisado, admoestado, aconselhado, dependendo do que esta acontecendo naquele momento.

 

Tenho desejo de expor algumas realidades sobre estas situações que muitos de nós vivemos, seja em casa ou no trabalho.
Quando ou a partir de que momento vamos começar a perceber que muitas das vezes que ficamos quietos e não dizemos nossas opiniões diante de algum fato ou situação estamos fugindo dos padrões que propusemos a nós mesmos, de sempre dar nossa opinião ou ter um julgamento sobre tudo que acontece a nossa volta? Se analisarmos com calma veremos que Isso é bem interessante e também desconcertante.

 

O que vamos fazer quando descobrirmos, que as pessoas que convivemos , seja em nossa casa ou em nosso ambiente de trabalho são pessoas totalmente desprovidas de solidariedade, de amor para com você e com os outros?
Que não se importam nem um pouco com seus esforços cotidianos e até sobre-humanos para produzir e trabalhar com eficiência em seu lugar de trabalho, e em casa trazer as contas em dia, a comida na mesa, ou seja, um lar em ordem.
Que não se importam se você está com problemas de saúde, e até acham que você é uma máquina de trabalhar, que não pode falhar em seus afazeres e nem errar.

 

Acredito que esta maneira de pensar de algumas pessoas é mais frequente e normal do que pensamos.
Muitas pessoas criticam e reclamam de tudo e de todos que estão ao seu lado, são intransigentes, orgulhosas, convencidas, e muitas das vezes arrogantes, donas de verdade (a delas naturalmente), não importando se estão certas ou não. O que falam é o correto e todos têm de dizer amém e ponto final.
Estas ditas pessoas, estão por todas as partes, seja em nossa própria casa e em nosso trabalho.

 

Todos sabem que em toda sociedade humana há alguns princípios que norteiam nossa vida, entre eles esta o princípio da autoridade.
Uma autoridade, seja familiar, política ou religiosa, deve ser respeitada, mas somente enquanto atua legitimamente dentro dos limites do respeito e da ética estabelecida.
Tanto em nosso ambiente familiar quanto em nosso trabalho sofremos muitas vezes com esta situação disposta acima.
Em determinadas situações nos calamos e para não provocar mais problemas ficamos quietos e não expressamos nossa opinião a respeito do que esta havendo.

 

O principal é sempre pensar e dizer o que realmente achamos. É um erro se calar seja por que motivo seja.
Muitas vezes por desconhecimento de nossos direitos, pela verdade, e por medo sentimos pressionados a não expressar o que realmente pensamos. Quando é justo e verdadeiro o motivo de falar, por que se calar?
Embora muitas vezes este simples ato de falar e expressar o que acha se torna muito difícil e complicado.
Poucos são as pessoas que desejam escutar certas coisas, ainda mais quando contraria a opinião delas.

 

Mas ai estamos diante de uma questão:

 

Será que se DEIXARMOS ou não nos permitir falar e nos expressar, EVITAR aborrecê-los com nossas palavras não estamos passando o (mau) exemplo da OMISSÃO?

 

Penso, se muitas vezes mesmo falando, importunando, aborrecendo, corrigindo, já é difícil notar algum fruto, que dirá se nada dissermos?
Concluindo, quando acontece isso, acho o mais correto é não deixar de se expressar, falar, defender aquilo que achamos e pensamos.
Portanto quando passarmos por isto, seja, em casa ou em nosso trabalho devemos não nos furtar de repreendemos com veemência e autoridade as más ações de nossos filhos, nossos colegas de trabalho, e até nossos superiores.
Se estiver convicto e tiver a consciência que sua opinião é embasada em uma verdade, sempre fale e expresse seu ponto de vista.

 

Não seja omisso, não deixe nunca de ter a sua própria opinião, porque uma coisa é verdadeira.
Se você silencia e aceita, você automaticamente se torna conivente com a situação proposta por outra pessoa.

 

Não é fácil, muito pelo contrário, é muito difícil ser franco, honesto, falar a verdade em situações que se apresentam em nosso dia a dia. Mas também sei, que muitos de nós iremos ficar com a consciência triste pela vida toda, quando se lembrar desta situação vivida, porque preferiram ficar em silêncio quando deviam ter expressado a opinião.

 

Em nossas casas se nossos filhos não são solidários, vamos admoestá-los, importuná-los, vamos corrigi-los.

 

Se eles faltam com a educação em seus afazeres e seus hábitos, por exemplo:
Suja a casa toda, falta organização, falta respeito para com os pais, reclame, confronte, repreenda!

 

Se ele ou ela não sabe usar as finanças que tem, aconselhe, avise. Se eles gostam de andar em más companhias, sair e chegar a hora que quiserem, fale reclame, mostre seu aborrecimento.

 

Omitir e aceitar estes e outros tipos de atitudes erradas é estar sendo conivente com o próprio caminho errado que eles virão a tomar em seu futuro.

 

Em seu lugar de trabalho, não aceite e nem compactue com pessoas que querem lhe impor alguma coisa que não seja boa.

 

Não se submeta a opinião de quem quer que seja. A um limite mesmo sendo seu superior.

 

Não se furte de dizer suas opiniões, mesmo que seja contra a maioria, (quem disse que a maioria esta certa sempre).

 

Tenha consciência de seus direitos enquanto profissional. Saiba o que pode e o que não pode fazer dentro de suas funções. E se sentir pressionado ou intimidado por uma situação errada no seu ponto de vista, fale, reclame, acione seus direitos nem que for na justiça.

 

Não deixe jamais de falar o que pensa, não fuja, não se omita. Não se torne pequeno diante do tamanho deles.

 

Porque se assim agir, quando estiver sozinho consigo mesmo e com Deus, vai poder dizer: Senhor, obrigado, porque mesmo depois de tudo que passei, preservo a minha verdade e minha honestidade e não fiz parte de uma coisa errada. Não compactuei e nem deixei de me expressar mesmo correndo o risco de estar errado.

 

Autor: Marcelo Martins
 

 Nossos Desafios diários com nossos semelhantes

 

Muitas vezes em nossa vida nos deparamos com situações e acontecimentos que nos trazem muitas amarguras e descredito em conviver com as pessoas que nos rodeiam.

 

Como é difícil conviver e conciliar nossa vida com nosso semelhante?

 

Por toda nossa vida, Encontramos pessoas de todo tipo e pensamento, mas, algumas que nos marcam para sempre com sua falsidade, sua inveja, sua ignorância.

 

Que pena destes seres tão pequenos em consciência e espirito. É a única coisa que se pode sentir em relação a estas pessoas e suas atitudes.

 

Estas pessoas que vivem a sombra de outras e são apegadas a pequenas coisas sem importância nesta vida, presas a cargos, posição social, status, se julgam superiores e muitas vezes se acham donos de determinadas coisas e situações. Sendo arrogantes e prepotentes em suas atitudes com seus semelhantes.

 

Mais uma vez tenho é pena destes seres, muitas vezes estão plantando seu futuro muito triste sendo do jeito que são. Não percebem que neste mundo a uma lei de retorno, faça o bem e receba o bem, faça o mal, e se prepare para o que vai colher, por que com certeza ele vira.

 

Diversas vezes em minha vida me deparei com pessoas de caráter duvidoso e com algum desvio de conduta, sendo que dou um pequeno exemplo:

 

Colegas de trabalho que almejam seu posto e salário, chefe com ciúmes de seu trabalho, pessoas que se acham donas de determinadas funções, sendo que acham que só elas sabem fazer e executar tal tarefa.

 

O funcionário eficiente, mas que no fundo não passa de um puxa saco e incompetente que se acha o melhor de todos, mas quando precisa ele nunca executa sua função com presteza e eficiência.

 

O Mentiroso e falso, que te trata bem, mas pelas suas costas inventam várias mentiras a seu respeito, muitas vezes querendo te prejudicar perante uma situação.

 

O dissimulado, que se passa por seu amigo, mas não vê a hora de te prejudicar.

 

O Bonzinho e quietinho, que muitas vezes é o pior, passa-se uma imagem e é outra muito diferente.

 

O falastrão e metido a profissional, este é uma figura, quer sempre aparecer e ser o centro das atenções, ele vive atarefado, cheio de horários e compromissos, Gaba-se de ser o profissional que fala de suas atribuições, seus afazeres e seus diplomas, seus cursos. Mas nunca você o vê trabalhando e produzindo realmente.
É convencido e gosta sempre de dar explicações sobre tudo, quer ser sempre o ponto de referência, mas não passa de um ponto morto. Morre de medo de que apareça alguém para tirar seu posto e trabalho, não tem confiança nem em si mesmo, precisando de ajuda em tudo que faz, mas se julga o mais qualificado e preparado para sua função.

 

Este tipo não entende que não é seu cargo, seu diploma, sua área de atuação que o faz melhor do que os outros, mas sim seu trato e respeito às pessoas.

 

Deveria, já que é tão importante e capacitado, aprender uma simples lição, de respeito ao trabalho dos outros, por que, é simples também esta conclusão, Quanto mais “estudado” mais aumenta sua capacidade de compreender as coisas que estão a sua volta. Por consequência disto, deve entender e compreender o trabalho das pessoas que estão ao seu lado, não criticando e nem menosprezando o trabalho de outros.

 

Que coisa mais difícil ter de conviver com pessoas assim, pobres de valores, pobres de referências moral, por que o importante para estas pessoas é sempre levar vantagem, sempre estar por cima, mandando e sendo superiores, não importando o que vai acarretar suas atitudes com relação a outras pessoas.

 

Estas pessoas se esquecem de que seus cargos, seus postos de trabalhos são passageiros, tudo nesta vida acaba, e ai?

 

O que sobra de tudo isso?

 

Acredito que nada, por que geralmente estas pessoas acabam sempre sozinhas e muitas vezes rejeitadas. Seu cargo ou função não vai ser para sempre, pense nisso. Trate as pessoas com respeito e consciência e terá isso de volta.

 

Qual a lição de que podemos tirar de tudo isso?

 

Estas pessoas precisam aprender que com estas armações e modo de agir nada é conseguido, muito pelo contrário, a vantagem obtida não demora muita a ser revertida.

 

O que aprendi que para me livrar destas pessoas devo executar minhas tarefas com dedicação, eficiência e principalmente com honestidade e respeito ao trabalho das pessoas.

 

Trabalhando assim não tenho que importar com essas pessoas e suas armações.

 

Todos nós passamos por isso, seja em qualquer área que trabalhamos, sempre vai haver pessoas assim e suas artimanhas e falcatruas para prejudicar alguém.

 

Pessoas assim, se acham importantes demais, são sempre as mais inteligentes e tem soluções para tudo. Querem mandar em tudo e em todos, mas, são em sua maioria, inseguras de si mesmas incompetentes e se deslumbram por muito pouco.

 

Mais uma vez digo,

 

DÁ PENA

 

Único sentimento que posso me expressar para essas pessoas.

 

Marcelo Martins
 

 Perdoar é amar


Deus sente horror ao pecado, mas na mesma medida ama o pecador. Esse amor é incondicional e inquestionável.

O ódio, o rancor e o ressentimento nos deixa acorrentados, amarrados e amordaçados.

Contudo o perdão de Deus liberta e devolve a paz ao nosso coração raivoso, angustiado e rancoroso.

No entanto perdoar não é nada fácil, é um ato de coragem e de adesão ao plano de Deus, cujo amor cura e sara todas as feridas causadas pela mágoa e falta de perdão.

Perdoar é uma decisão, é tomada de atitude, é um processo contínuo de um modo de vida mais equilibrado, que nos possibilita ir em busca da felicidade plena.

A vida é muito curta para economizarmos perdão.
Precisamos seguir o exemplo de Jesus que na cruz perdoou sem medida. Que ato extraordinário de perdão e amor!

Quanta decepção causamos ao coração de Deus, com nossas atitudes, com nosso orgulho, com nossa incapacidade de perdoar como Ele nos ensinou.
Jesus nos exorta a ter um coração puro, a oferecer o perdão ao nosso ofensor.
Como pai e mãe que somos, se nossos filhos machuca o dedinho, ficamos tristes e queremos a qualquer custo diminuir a dor. Assim, Imaginemos como deve ter ficado o coração de Nossa Senhora, ao ver seu filho no madeiro, seu coração deve ter sangrado de tristeza, agonia e sofrimento, porém Mulher firme, de coragem e de fé, permaneceu ao lado de Nosso Senhor.

Quem de nós teria a coragem de dar a própria vida em prol de alguém?

Duvido que teríamos essa capacidade.
Jesus se entregou por amor, somente por amor a mim e a você que está lendo essa mensagem.

Abra seu coração!

Abra seu entendimento para compreender o grande amor de Deus para conosco.

SONIA SOUZA


Traição – Uma quebra de confiança


O tema que queremos abordar é um tanto polemico e causa muitos transtornos, pois em vários momentos na vida de qualquer pessoa, ela já sofreu ou na pior das hipóteses, sofrerá algum tipo de traição, seja familiar, no trabalho ou numa relação.

O que podemos observar é que a consequência da traição é o que mais denigre e abaixa à auto estima da pessoa traída, causando a esta pessoa um grande desgosto, acompanhado de constrangimento, somado a uma enorme decepção.

Não importa o grau da traição, ela machuca do mesmo jeito!


Imagine uma relação, que iniciou com todo amor e consideração, mas de repente alguém trai, e nesta modalidade inclui todos os sentimentos de revolta e desespero, sendo que a pessoa traída não consegue separar os sentimentos e a revolta que agora preenche o espaço que antes era puro amor, dedicação, disponibilidade, afeição e amor. Ela se sente como uma fera acuada é como se estivesse de mãos atadas, de olhos vendados, inerte, sem menor disposição de agir.

O que realmente dói numa traição, não é puramente o fato de ser traído, mas a decepção de ter partido de onde menos esperava. É você perceber que depositou o valor e a confiança em alguém que não mereceu que dedicou seus esforços e atenção, honrou a palavra, seja em que área for, amorosa, profissional ou de amizade, mas o outro lado retribuiu com aquilo que você nunca esperava a traição.


A traição machuca demais, as chagas ficam expostas, a dor é incalculável!

Principalmente por achar que não merecia, partindo especialmente daquela pessoa que aos seus solhos era tudo, era perfeita era a pessoa com a qual você mantinha uma relação de confiança, era seu amor...

Numa relação, precisamos estar com os nossos pés bem firmados no chão, para não nos decepcionarmos, se mais tarde virmos a perceber que aquela imagem que construímos do outro e que acreditávamos que era perfeita se desmoronou, devido a algo errôneo que acreditamos estar correto, ou seja, muitas vezes vemos, mas não enxergamos a realidade dos fatos.

É muito fácil e comum nos enganarmos e uma vez que julgamos falsamente a pessoa que está ao nosso lado e acusamos suas atitudes sem analisar e refletir verdadeiramente os fatos abrimos brecha para uma relação desgastada, onde plantamos a semente da desconfiança e colheremos o fruto do desamor e discórdia.


A traição é uma faca de dois gumes e carrega em si, um sentimento de ingratidão e desconsideração por tudo que foi realizado, porque toda espécie de traição vem acompanhada de mentira, falsidade, fofoca e calúnia, armas que o traidor usa para sobreviver e buscar levar vantagens.

É comum ouvirmos dizer que todos têm direito a uma segunda chance. O traidor também merece, porque nem sempre o que vemos é a realidade dos fatos.


Na vida tudo que acontece se pode aceitar e até remediar. As pessoas podem entender esquecer ou até mesmo perdoar ações a que venha ferir sua dignidade, mesmo o ato vergonhoso e deprimente de uma traição, porque a traição de alguém é algo muito negativo e também inesperado, e traz como resultado uma profunda decepção.

Decepção que pode ser resumida em três atos:

Primeiro, porque nós nunca esperamos ser traído;
Segundo, porque normalmente a traição sempre envolve pessoas muito próximas a nós.
Terceiro, porque a traição carrega em si o fato de ser uma ação que destrói uma relação.


Temos consciência que somos limitados e que erramos, e sabemos que ninguém está livre de cometer deslizes, contudo temos também à certeza que onde predomina a sinceridade por parte de homens e mulheres de caráter, a traição dificilmente ocupará espaço, porque ela, normalmente impera entre pessoas de personalidade fraca.

O traidor carregará sempre a marca da ação praticada, mas se for comprovado que não houve a traição, com certeza será reconquistada a confiança perdida, e isto requer muito carinho, paciência, consideração e amor.

É preciso diálogo e muito bom senso para resolver esta situação, porque a pessoa que se julga traída numa relação, muitas vezes age cegamente e vê coisas que não existe, tornando a situação insustentável, sendo difícil buscar alternativas para amenizar tal ação, mas se buscar no seu íntimo e reviver o sentimento que os uniu, com certeza saberão retomar
 e resolver os problemas e curar os sentimentos feridos.

Sonia Souza

 

Pub

 

REVISTA QUINZENAL

Revista Novas Ideias/Maio/2018


 foto   

 

foto


You Tube    Facebook
ACESSE CLICANDO NA IMAGEM

PORTAL JC.COM
A face de Jesus
 
JESUS TE OLHA

TERÇO COM
NOSSA SENHORA AUGUSTA
RAINHA DOS ANJOS
Sua Oração faz milagres

TERÇO DIVINA PROVIDÊNCIA 

 

TERÇO MISTÉRIOS GLORIOSOS 


Novas Ideias Reflexão Receitas do Paraná

 Comportamento Saúde Portal JC 

botão logo Portfólio Novas Ideias

LITURGIA DIÁRIA

CONSULTE PARA FICAR 

SEMPRE INFORMADO



anuncio


 


  ACESSOS AO PORTAL


    FOTO

 


A PARÁBOLA DO 

SEMEADOR

 

 

Naquele mesmo dia Jesus saiu de casa e se sentou à beira do lago.  Uma grande multidão se juntou ao seu redor. Havia tanta gente que Jesus entrou num barco e se sentou; e toda a multidão permanecia de pé na praia. Jesus lhes ensinou muitas coisas por meio de parábolas [a]. Ele dizia:

—Certo homem saiu para semear. 4 Enquanto semeava, uma parte das sementes caiu à beira do caminho e os pássaros vieram e as comeram.  Outra parte caiu no meio de pedras, onde havia pouca terra. Essas sementes brotaram depressa pois a terra não era funda, mas, quando o sol apareceu, elas secaram, pois não tinham raízes.  Outra parte das sementes caiu no meio de espinhos, os quais cresceram e as sufocaram. 8 Uma outra parte ainda caiu em terra boa e deu frutos, produzindo 30, 60 e até mesmo 100 vezes mais do que tinha sido plantado.  Quem pode ouvir, ouça.

Para que servem as parábolas

 Os discípulos de Jesus, então, se aproximaram dele e lhe perguntaram:

—Por que o senhor ensina o povo por meio de parábolas?

 E Jesus lhes respondeu:

—Somente a vocês é dado o privilégio de conhecer as verdades secretas do reino do céu e não aos outros.  Pois quem tem, receberá ainda mais e terá em abundância. Mas quem não tem, até o que tem lhe será tirado.  E é por isto que ensino o povo por meio de parábolas: Eles olham, mas não vêem; ouvem, mas não entendem.  Portanto, por intermédio deles acontece o que disse o profeta  Isaías:

“Vocês ouvirão mas, mesmo ouvindo, não conseguirão entender;

vocês olharão mas, mesmo olhando, não conseguirão ver.

 Isto acontece pois o coração deste povo está endurecido.

Eles taparam os ouvidos e fecharam os olhos.

Se não fosse assim, eles poderiam ver com os olhos,

ouvir com os ouvidos e entender com o coração,

e se voltariam para mim e eu os curaria”.

 —Mas felizes são os seus olhos, pois eles podem ver; e os seus ouvidos, pois eles podem ouvir.  Digo a verdade a vocês: Muitos profetas e homens justos desejaram ver as coisas que vocês vêem, mas não viram. Eles desejaram ouvir o que vocês ouvem, mas não ouviram.

Jesus explica a parábola do semeador

 —Ouçam o que a parábola  daquele que semeia quer dizer.  A semente que caiu à beira do caminho representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino, mas não a compreende, e Satanás então vem e tira as coisas que foram semeadas em seu coração.  A semente que caiu no meio de pedras representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino e a aceita imediatamente e com muita alegria.  Mas, como não tem raiz, não dura muito tempo. Assim que encontra dificuldades ou que é perseguida por causa da mensagem, abandona a sua fé.  A semente que caiu no meio de espinhos representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino mas é sufocada pelas preocupações com as coisas desta vida e pela ilusão das riquezas. Essa pessoa não produz nenhum fruto.  Mas a semente que caiu em terra boa representa a pessoa que ouve a mensagem e a compreende. Essa pessoa cresce e produz muitos frutos, algumas vezes trinta, outras sessenta e outras ainda cem vezes mais.


       ⇐ Voltar ao Início 

foto
 
"MINHAS PALAVRAS
NÃO PODEM ESPERAR"
Nossa razão de existir como um portal de divulgação

 

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.

Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.

Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.

Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,.

Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.

Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.

Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.

Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.

Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.

Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.

Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.

Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.

Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.

Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação

Salmos 91:1-16

 

 

⇐ Voltar ao Início