Portal JC.com - Um Jeito Novo de Informar e Divulgar

Widgets

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.8/5 (33021 votos)


ONLINE
2








Total de visitas: 2018116

1º Encontro Diocesano da Pastoral da Comunicação

1º Encontro Diocesano da Pastoral da Comunicação

 

logo 

 

 

1º ENCONTRO DIOCESANO DA PASTORAL DA COMUNICAÇÃO (PASCOM)

FOZ DO IGUAÇU

BREVE HISTÓRICO DA DIOCESE DE FOZ DO IGUAÇU

 FOTO

A Diocese de Foz do Iguaçu foi criada pelo decreto de sua Santidade o Papa Paulo VI

no dia 05 de maio de 1978, com a bula “DE CHRISTIANI POPULI”. Foi instalada

a 26 de agosto de 1978. Ela foi desmembrada da Diocese de Toledo

com os territórios integrais dos municípios de Foz do Iguaçu, Céu Azul,

Matelândia, Medianeira, São Miguel do Iguaçu e Santa Helena.

 

 

 CONFIRA FOTOS EM NOSSO FACEBOOK

LINK 1 - SEXTA-FEIRA (CLIQUE AQUI)

LINK 2 - SÁBADO (CLIQUE AQUI)

LINK 3 - DOMINGO (CLIQUE AQUI)

 

FOTO

Aconteceu no último final de semana (24 a 26 de abril), na Casa de Encontros Shalom Dom Olívio – Diocese de Foz do Iguaçu o primeiro encontro Diocesano da Pastoral da Comunicação (Pascom).

Neste primeiro encontro presencial procurou-se criar um ambiente de acolhida aos participantes pela senhora Rosane Turmina, onde houve uma calorosa recepção aos integrantes da Pascom  de cada paróquia participante deste evento

 

CERIMÔNIA DE ABERTURA

Após a recepção dos representantes das paróquias,  credenciamento e as devidas informações sobre o 

FOTO

desenvolvimento do encontro, pelo coordenador Pastoral da Comunicação, Gilberto Gonçalves Xavier, iniciou-se a cerimonia de abertura no auditório João Paulo II, pelo Padre Flávio Augusto Bittencourt de Aguiar da

paróquia São Paulo Apostolo, sendo ele o administrador atual do jornal o Precursor, onde foi dado o inicio do encontro e ressaltado pelo padre a importância da Diocese de Foz do Iguaçu contar com uma pastoral da comunicação atuante e eficaz em seu trabalho.
 

O padre Flávio usou de um jargão conhecido por todos, “quem não se comunica se estrumbica”, “a comunicação é a alma para que algo seja acontecido”,

dentro deste raciocínio, o padre Flávio em suas palavras descreveu o que é ser Pascom:

“que a partir deste encontro, se começar uma pastoral, uma comunicação séria, comprometida, eclesial, porque, quem é o comunicador por excelência para nós cristãos? Jesus, ele vem nos comunicar o Pai, Ele é o comunicador. Jesus é para nós o exemplo de comunicador.

Então nós temos um exemplo, que é Jesus, e a partir dele,

qual foi à missão que Ele deixou para a Igreja?

“Ide pelo mundo inteiro e pregai o evangelho a toda à criatura,”

 

CONFERÊNCIA

Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil

FOTO

Em seguida o Coordenador Diocesano da Pastoral da Comunicação, Gilberto Gonçalves Xavier falou, sobre os Documentos da Igreja Católica, entre eles o Documento 99- Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil e o Documento 100: Comunidades de comunidade "Uma Nova Paróquia".

Gilberto G. Xavier, fez um explanação sobre o conteúdo existente no Diretório da Comunicação da Igreja do Brasil, colocando pontos e objetivos da criação da Pascom em cada paróquia.

Explicando os conceitos e diretrizes existentes no diretório e a sua forma de implantação na criação de uma Pascom e de como deve ser sua atuação na paróquia e em sua comunidade onde atua ou vai atuar.

Palavras de Gilberto -“a igreja ela se comunica por si própria, através da palavra de Deus, através de Jesus, e o documento, nos explicita, deixa bem claro, que  temos algumas pistas de ação, porém nós devemos primeiro fazer a nossa conversão.”

 

PALESTRA

O que é Agente Pastoral?

Dando sequência, ainda no primeiro dia do encontro (24),o Professor Dr. Blasius Silvano Debald,ministrou a palestra: “O que é Ser Agente de Pastoral”?FOTO

O OUVIR, AMAR, ENSINAR, GOVERNAR, DEFENDER, etc.

Debald ressaltou que as palavras demandam poder, por isso é importante prestar atenção, no que falar como falar e quandofalar, aplicando uma linguagem que mais se adapte para cada realidade.

Também falou que é necessário considerar o contexto social, político e econômico, passando informações de acordo com o contexto de forma prática, vivencial, concreta, sendo um líder com humildade.

 

ATIVIDADES NO SÁBADO (25)

As atividades iniciaram no sábado (25), às 07 horas da manhã com oração, meditação e reflexão,

na Capela São João XXIII, coordenada pelo formador diocesano de catequese, Messias Albertin,

em seguida, logo após o café da manhã, os participantes se reuniram no auditório,

onde foi realizada a apresentação de cada pessoa, bem como a área de atuação

na paróquia de origem de cada um.

FOTO

Dando prosseguimento o Coordenador diocesano, Gilberto Xavier ministrou a

palestra sobre assessoria de imprensa nas paróquias.

 

CELEBRAÇÃO DA SANTA MISSA

Às 11 horas houve a celebração da Santa Missa presidida pelo padre Ademar Oliveira Lins,

em sua homilia o padre ressaltou que as pessoas de antigamente não possuíam

a estrutura que temos hoje, mesmo assim, foram além-fronteiras,

além-mar anunciando que Jesus havia ressuscitado.

FOTO 

 

 


 
OFICINA DE WORKSHOP (FOTOGRAFIA)

FOTO

No período da tarde houve oficinas de Workshop fotografia, orientado

pelo Gilberto Xavier, sendo seguido de palestra ministrada pelo

fotógrafo, Marcos La Banca, que abrangeu os conceitos da fotografia enfocando: ISO; Abertura e Velocidade,

seguido de oficinas.

Também foi contemplada aula prática de fotografia:

técnicas de composição, ambiente e o modo certo de fotografar a Liturgia,

o que pode e o que não deve se fazer na hora de fotografar a celebração da missa.

 

 

Durante o workshop esteve presente o padre Anderson Chiamulera de Matos,

da paróquia Perpetuo Socorro – Vila Yolanda, onde acompanhou

atividades com relação à oficina de fotografia.

 FOTO

 

 

JANTAR - MOMENTO DE ESPIRITUALIDADE

Mais uma vez o catequista Messias Albertin, além de coordenar e orientar a

equipe da cozinha, evangelizou, emocionou e encantou a todos com a

belíssima espiritualidade

dissertativa onde demonstrou através da arte, o Caminho que cada um que

compõe as diversas pastorais, precisa percorrer para se aproximar daquele que é

o único a ser seguido Jesus Cristo, Caminho Verdade e Vida.

 FOTO

 

ATIVIDADES NO DOMINGO (26)

No domingo (26), último dia do Primeiro Encontro da Pastoral da Comunicação, as atividades

foram iniciadas com a oração, seguida do café da manhã.

Dando prosseguimento, houve a palestra com o jornalista Alexandre Palmar que enfocou

os conceitos de jornalismo e orientou a oficina de criação e

montagem de informativo, cartazes e folhetos.

FOTO  FOTO 

Durante a palestra, Palmar, entrevistou a senhora Célia M. Aguilera, mãe do Diácono

Nivaldo Aguilera, que em uma conversa informal revelou as diversas façanhas para sobreviver

e estar à frente de várias atividades, orientando e coordenando

inúmeras Pastorais durante vários anos nesta Diocese.

 

 

FOTO

SORTEIO DO LIVRO 

Também presente nas atividades do domingo o professor

Blasius Silvano Debald promoveu o sorteio de seu livro

“Nossa História”

tendo como ganhador Marcelo Martins.

 

 

 

CELEBRAÇÃO DA PALAVRA

As atividades foram encerradas com a Celebração da Palavra, conduzida pelo filho

de dona Célia, o diácono Nivaldo Aguilera, seguido de um delicioso almoço e

despedida de todos, mostrando com isso a união dos participantes

e seu compromisso com o desenvolvimento da Pascom

em cada paróquia a que faz parte.

FOTO 

 

COMEÇO DA CAMINHADA DA PASCOM

Não são simplesmente comunicadores, são porta vozes do que há de melhor em cada paróquia

a que pertençam, levando para a divulgação e informação o que nossa igreja

tem de carisma, espiritualidade e fé no maior comunicador que existiu...

NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

 

Nossa obrigação:

Comunicar com responsabilidade, verdade, e fé, sempre lembrando que

o mais importante é levar Jesus Cristo a frente dos nossos propósitos,

por que com Ele

VENCEREMOS QUALQUER DIFICULDADE

 

O QUE É PASTORAL DA COMUNICAÇÃO

É comunhão, é ligação entre as atividades pastorais, movimentos,

associações que existem na comunidade, bem como os

meios de comunicação fora dela.

 

O QUE NÃO É PASCOM?

Só um boletim, um mural, pagina de internet, etc., não é Pastoral da Comunicação,

mas são formas utilizadas pela pastoral.

Não devemos reduzir a Pascom a um desses meios,

o que significa prejuízo da qualidade de um trabalho.

 

.POR QUE TER UMA PASCOM EM SUA COMUNIDADE?

-Para fortalecer a comunhão.

-Divulgar eventos para toda a comunidade, assim como a paróquia para dentro e fora dela.

-Para saber utilizar a linguagem adequada para cada meio.

-Levar a Boa-Nova a todos sem distinção, sem separação, sem medos, sem preconceitos.

 

CARACTERÍSTICAS

INTERPESSOAL – INTER – PASTORAL,  ARTICULANDO PASTORAIS

RELAÇÃO SOCIEDADE – IGREJA, DIVULGANDO AÇÕES

 

Situa-se nas práticas políticas de comunicação

Organizar uma equipe com pessoas qualificadas na área ou não,

mas comprometidas com a comunicação e envolvidas com a Palavra de Deus.

 

CONCLUSÃO

A Igreja encara os meios de comunicação social como "Dons de Deus", na medida em que,

segundo a intenção providencial, criam laços de solidariedade entre os homens,

pondo-se assim ao serviço da Sua vontade salvífica. Do mesmo modo que o Espírito

ajudou os antigos profetas a decifrar o plano de Deus através dos sinais dos tempos,

Ele ajuda hoje a Igreja a interpretar os sinais do nosso tempo e a realizar a sua tarefa profética,

que comporta o estudo, a avaliação e o bom uso, que hoje se tornaram fundamentais,

das tecnologias e dos meios de comunicação.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Desde a Criação do mundo, Deus vem se comunicando com os homens, principalmente,

quando nos envia seu filho, Jesus. Queremos comunicar esse grande amor de Deus,

buscando renovar, em nossa comunidade, o fervor e o compromisso com Jesus:

“Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Nova a toda criatura”. (Mc, 16,15)

 

A Pastoral da Comunicação, mais do que se dedicar à operação dos meios de comunicação

para divulgar os eventos através de boletim, informativos, jornal, rádio, site, blogs, etc.

têm a missão de fazer fluir a comunicação entre pessoas, pastorais, comunidades

como um todo, de uma forma acolhedora, tendo como mística a comunhão e a unidade.

 

AGRADECIMENTOS

Em primeiro lugar agradecer a Deus pelo dom da vida, ao Bispo Diocesano Dom Dirceu Vegini,

ao padre, Flávio Augusto Bittencourt de Aguiar, padre Ademar Oliveira Lins,

padre Anderson Chiamulera de Matos e demais sacerdotes que compõe a

diocese de Foz do Iguaçu, principalmente aqueles que enviaram representantes

da paróquia em que eles atuam.

 

PALESTRANTES:

PROFESSOR DR. BLASIUS SILVANO DEBALD

FOTÓGRAFO: MARCOS LA BANCA

JORNALISTA:  ALEXANDRE PALMAR

 

PARTICIPANTES DO 1º ENCONTRO DA PASTORAL DA COMUNICAÇÃO

 REALIZADO NOS DIAS 24 A 26 DE ABRIL.

 FOTO

Foto Oficial do Encontro Diocesano da Pascom - Gilberto Xavier (fotografo)

 

1.         ADÃO RODRIGUES CONSTANCIO JUNIOR

2.         ELIZABETE GOMES DE OLIVEIRA

3.         FERNANDO SON

4.         FABIANO R. DE AZEVEDO

5.         SHIRLEI DOS REIS

6.         CARLOS ALEXANDRE

7.         NEDIVAL G. APPIO

8.         WELLIGTON DA SILVA VITOR

9.         ROSIMEIRI SOUZA DO NASCIMENTO

10.       FRANCINEIDE DE SOUZA FERREIRA

11.       PRISCILA CONTE BRESOLIN

12.       ROSANE TURMINA

13.       SIMONE DA SILVA FREITAS SANTI

14.       ELIANE ÁVILA DO NASCIMENTO

15.       HUMBERTO MADALENA

16.       EMELLYN BUBIAK

17.       SONIA APARECIDA DE SOUZA

18.       AMÉRICO LIDUVINO AGUIAR

19.       LILIAN NELDA BARDZ

20.       ELIZANGELA MARTA CANAL

21.       LETÍCIA MARIA DA SILVA

22.       LAÉRCIO DOS SANTOS

23.       ANA CAROLINA FERREIRA LIMA

24.       SARITA THEALDO

25.       JOSÉ ELVIO PICELI

26.       ANTONIO ROBERTO BERMINE

27.       MARCELO MARTINS

28.       CELIA MARGARIDA AGUILERA

29.       DAIANA BREMM DA SILVA

 

DIÁCONO: NIVALDO AGULIERA (Celebração da Palavra)

 

SONORIZAÇÃO: SIMONE FREITAS

RECEPÇÃO: ROSANE TURMINA

 

COZINHA EQUIPE COORDENADA POR MESSIAS ALBERTIN

FOTO

DIVINO FELICIANO CAMARGO

MATILDE ALBERTIN

OSCAR MANCHOT

INELDI FÁTIMA ROSSETTI

ANDERSON FREITAS

IRACI MADALENA

JOSÉ SALA

JOSÉ SOUZA

VOZINHA: ANTÔNIA MORELO PIAI

APOIO: NEDIVAL G. APPIO

COORDENADOR DIOCESANO DA PASCOM: GILBERTO GONÇALVES XAVIER

 

Elaboração:  texto – fotos - montagem

Marcelo Martins – Sonia Souza

 

logo

 

 

 

 

Pub

 

REVISTA QUINZENAL

Revista Novas Ideias/Maio/2018


 foto   

 

foto


You Tube    Facebook
ACESSE CLICANDO NA IMAGEM

PORTAL JC.COM
A face de Jesus
 
JESUS TE OLHA

TERÇO COM
NOSSA SENHORA AUGUSTA
RAINHA DOS ANJOS
Sua Oração faz milagres

TERÇO DIVINA PROVIDÊNCIA 

 

TERÇO MISTÉRIOS GLORIOSOS 


Novas Ideias Reflexão Receitas do Paraná

 Comportamento Saúde Portal JC 

botão logo Portfólio Novas Ideias

LITURGIA DIÁRIA

CONSULTE PARA FICAR 

SEMPRE INFORMADO



anuncio


 


  ACESSOS AO PORTAL


    FOTO

 


A PARÁBOLA DO 

SEMEADOR

 

 

Naquele mesmo dia Jesus saiu de casa e se sentou à beira do lago.  Uma grande multidão se juntou ao seu redor. Havia tanta gente que Jesus entrou num barco e se sentou; e toda a multidão permanecia de pé na praia. Jesus lhes ensinou muitas coisas por meio de parábolas [a]. Ele dizia:

—Certo homem saiu para semear. 4 Enquanto semeava, uma parte das sementes caiu à beira do caminho e os pássaros vieram e as comeram.  Outra parte caiu no meio de pedras, onde havia pouca terra. Essas sementes brotaram depressa pois a terra não era funda, mas, quando o sol apareceu, elas secaram, pois não tinham raízes.  Outra parte das sementes caiu no meio de espinhos, os quais cresceram e as sufocaram. 8 Uma outra parte ainda caiu em terra boa e deu frutos, produzindo 30, 60 e até mesmo 100 vezes mais do que tinha sido plantado.  Quem pode ouvir, ouça.

Para que servem as parábolas

 Os discípulos de Jesus, então, se aproximaram dele e lhe perguntaram:

—Por que o senhor ensina o povo por meio de parábolas?

 E Jesus lhes respondeu:

—Somente a vocês é dado o privilégio de conhecer as verdades secretas do reino do céu e não aos outros.  Pois quem tem, receberá ainda mais e terá em abundância. Mas quem não tem, até o que tem lhe será tirado.  E é por isto que ensino o povo por meio de parábolas: Eles olham, mas não vêem; ouvem, mas não entendem.  Portanto, por intermédio deles acontece o que disse o profeta  Isaías:

“Vocês ouvirão mas, mesmo ouvindo, não conseguirão entender;

vocês olharão mas, mesmo olhando, não conseguirão ver.

 Isto acontece pois o coração deste povo está endurecido.

Eles taparam os ouvidos e fecharam os olhos.

Se não fosse assim, eles poderiam ver com os olhos,

ouvir com os ouvidos e entender com o coração,

e se voltariam para mim e eu os curaria”.

 —Mas felizes são os seus olhos, pois eles podem ver; e os seus ouvidos, pois eles podem ouvir.  Digo a verdade a vocês: Muitos profetas e homens justos desejaram ver as coisas que vocês vêem, mas não viram. Eles desejaram ouvir o que vocês ouvem, mas não ouviram.

Jesus explica a parábola do semeador

 —Ouçam o que a parábola  daquele que semeia quer dizer.  A semente que caiu à beira do caminho representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino, mas não a compreende, e Satanás então vem e tira as coisas que foram semeadas em seu coração.  A semente que caiu no meio de pedras representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino e a aceita imediatamente e com muita alegria.  Mas, como não tem raiz, não dura muito tempo. Assim que encontra dificuldades ou que é perseguida por causa da mensagem, abandona a sua fé.  A semente que caiu no meio de espinhos representa a pessoa que ouve a mensagem a respeito do reino mas é sufocada pelas preocupações com as coisas desta vida e pela ilusão das riquezas. Essa pessoa não produz nenhum fruto.  Mas a semente que caiu em terra boa representa a pessoa que ouve a mensagem e a compreende. Essa pessoa cresce e produz muitos frutos, algumas vezes trinta, outras sessenta e outras ainda cem vezes mais.


       ⇐ Voltar ao Início 

foto
 
"MINHAS PALAVRAS
NÃO PODEM ESPERAR"
Nossa razão de existir como um portal de divulgação

 

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.

Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.

Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.

Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,.

Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.

Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.

Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.

Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.

Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.

Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.

Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.

Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.

Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.

Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação

Salmos 91:1-16

 

 

⇐ Voltar ao Início